Esportes

Revés no Baenão aumenta jejum de vitórias do Cruzeiro sobre o Remo

Publicada em 20/04/22 às 08:34h - 52 visualizações

por Hoje em Dia


Compartilhe
Compartilhar a notícia Revés no Baenão aumenta jejum de vitórias do Cruzeiro sobre o Remo  Compartilhar a notícia Revés no Baenão aumenta jejum de vitórias do Cruzeiro sobre o Remo  Compartilhar a notícia Revés no Baenão aumenta jejum de vitórias do Cruzeiro sobre o Remo

Link da Notícia:

Revés no Baenão aumenta jejum de vitórias do Cruzeiro sobre o Remo
 (Foto: (Staff Images/Cruzeiro/Divulgação))
A derrota por 2 a 1 para o Remo, nessa terça-feira (19), no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, aumentou um incômodo tabu da Raposa diante do adversário.

Com o revés no estádio Baenão, a Raposa agora chegou ao oitavo jogo seguido sem vencer o time paraense. No período, são seis vitórias do Leão e dois empates, com destaque para a goleada do Remo por 5 a 1, pelo Brasileirão de 94, em pleno Mineirão.
Publicidade

A última vez em que a equipe celeste superou o Remo foi no dia 10 de outubro de 1979. Na ocasião, então comandado por Hilton Chaves, o Cruzeiro venceu por 3 a 0, no Mineirão, em duelo da primeira fase do Campeonato Brasileiro. O meia Mauro Madureira e os atacantes Joãozinho e Roberto César marcaram os gols da partida.

Histórico


O retrospecto geral do confronto também aponta vantagem para o Remo, que venceu seis vezes, perdeu duas e empatou em outras quatro oportunidades. Nos 13 jogos entre os times até então, são 17 gols da Raposa e 21 do Leão. Os dados são do portal Cruzeiropédia.
Publicidade

Além da vitória em 1979, a outra vitória do time celeste sobre o time paraense ocorreu justamente no primeiro encontro entre as equipes, com a Raposa goleando por 8 a 1, no Mineirão, em amistoso realizado em 1970. Darci Menezes, Toninho, Spencer, Gil Alves, Eduardo Amorim, Rodrigues e Palhinha (duas vezes) estufaram as redes pelo Cruzeiro, enquanto Iris fez o gol de honra do time visitante.

Para avançar às oitavas de final da Copa do Brasil e de quebra encerrar o tabu de vitórias sobre o Remo, o Cruzeiro precisa vencer por dois gols de diferença no jogo de volta, marcado para o dia 11 de maio, às 19h30, no Mineirão. Um triunfo por um gol de vantagem levará a decisão da vaga para a disputa de pênaltis.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (37)991759393

Visitas: 2465370
Usuários Online: 77
Copyright (c) 2022 - 93play
Converse conosco pelo Whatsapp!